aos dias de pôr, próxima aos do nascer

terça-feira, 29 de junho de 2010

Enfim,
Não mencionava que os nossos lábios não mais se tocariam
Ah, “se eu soubesse”...
Teria feito daquele instante o mais eterno possível,
E assim que a magia vagasse em outros tempos...
Aquele momento finalizar-se-ia com sussurros instigantes: eu te amo!

Nenhum comentário: