aos dias de pôr, próxima aos do nascer

sexta-feira, 26 de abril de 2013

o meu amor está sendo bem maior...



Sei que o amor não é o mesmo
mas eu estou aqui, firme
talvez por hora eu for maior
é tarde pra medir o tamanho sentimental
mas eu estou aqui
acreditando naquele passado incomum
naquele medida disforme
da nossa primeira dose

Sei que o beijo não é o mesmo
mas eu estou aqui
beijando-te todo o tempo
procurando nosso
primeiro beijo
dando viravoltas na cama
sonhando os pesadelos
e peneirando os sonhos
exaurindo em poros os pesados sonhos
em que te enxergava com outra
em que não te sentia nessa outra
que sou eu,
que éramos nós

sei que tudo é tão estranho
mas o meu amor é bem maior
que quaisquer “estranhice”
fazendo-te refletir o quanto é maior valiosos
ir em frente pelos nossos três anos
do que desfrutar um eu te amo de duas
semanas…

sei que tudo foi novo
mas o nosso velho amor
envelhecerá conosco
morrendo juntas
ao breu de tudo que um dia
sempre sonhamos
amar diante de todas as mortes


quinta-feira, 25 de abril de 2013

presente de formatura


Melhor presente que alguém poderia receber...
Obrigada Jhon
Amo-te nêgo!



Como é bom ter um amigo


Feliz aquele que tem um amigo! E eu tenho. Dês de que entrei por aquela porta metálica com vidros embaçados de sujeira. Nem sei por onde começar, por isso, vou escrever com o coração. Hoje é um dia especial. E que dia em! Nem tente imaginar a alegria e satisfação que sinto por você minha amiga. Mais uma conquista sua, e minha também por que tua alegria faz parte de min. Então vamos ao que interessa! Passei dias pensando qual seria o melhor presente pra dar a essa pessoa (penso eu, que um presente tem que ser especial pra que seja lembrado pra toda a vida). Burrice a minha. O melhor presente pra uma poeta é uma poesia. No entanto, não sou digno de poetar. Foi ai que decidi descrever o que você significa pra min. Como eu disse, te conheci naquele dia que entrei naquela porta, logo me identifique com sua harmonia, seu jeito de cativar as pessoas sem ao menos tentar. Naquele dia, já decifrei quem você era e te falei isso depois de um tempo. E ai fui só gostando cada vez mais dessa pessoa que conheci. Pude começar a confiar e me liberar do estereótipo que me prende. Entrei no teu circulo de amizades e acabei conhecendo pessoas maravilhosas também. E como cresci durante esse tempo que nos conhecemos. Grande parte das mudanças posso depositar sobre você (só tenho a agradecer). E como sempre falo e repito – Amigos são poucos e você com certeza é uma AMIGA −, e você sei que vou ter pra toda a vida, mesmo que os nossos caminhos não levem pra bem longe um do outro. Devo lembrar, que pude contar com você em várias ocasiões que me encontrava abalado e desmotivado pela prisão em que tenho que me resguardar. Nunca vou esquecer de um desses carnavais (mais precisamente no carnaval de 2012), quando você ficou até umas 6 h da manhã comigo no hospital (devo lembra que não foi só você que ficou do meu lado. Os mesmos amigos desse circulo também cuidaram com todo o carinho de mim.), depois daquele acontecimento eventual...ha há ha. Quanta coisa agente passou. Pude contar com você também, depois de toda a hipocrisia vivida no trabalho – sabe do que to falando −, a que fui obrigado a amadurecer mais uma vez e depois dos cacos quebrados tive que me reconstituir e formar mais uma vez uma nova pessoas com uma visão diferente. Quanta coisa não é mesmo? Acompanhei todos os teus passos depois da formação em busca de mais conhecimento e vivencias. Ai venho a possibilidade de entrar na Brigada Milita, mas o caminho a percorrer era bem grande e você passou por várias etapas, mesmo que difíceis e conquistou sua vaga. Depois de tudo isso, a verdadeira dificuldade estava por vir na escola de formação. Teve até um (ou vários) momentos de desistência. Mesmo sabendo que não devia interferir nessa decisão, acabei dando minha opinião e quem sabe interferindo no resultado. Afinal, foi tanto sacrifício, que não podia ser jogado fora. E assim, hoje é o dia! Dia que vai ficar marcado. Você esta se formando e encerando mais uma etapa da vida pra dar início a outra mas demorada ainda. E tenho plena certeza de que você mereceu cada conquista. Por isso, te parabenizo e continuo torcendo pro você em quaisquer que sejam suas escolhas. Te amo do fundo do meu coração minha amiga Camila Canterle Jornada.

Bem maior - parte II


Volúpia da tua voz
soando o veroz sim
singela em seduzir
apenas seduzindo a mim

a obviedade te ocultou do horário
do certo de uma rotina
explicitando o escuro 
de quem não achava uma a outra

que não vinha e não via
que não escutava e não cuspia
a oralidade do amor tátil 
sobre cada toque de uma chegada

Deusa, hoje o dia
Deusa, amanha a noite
Deusa, depois os corpos
em ternos turnos profundos
que não se desgrudarão mais

Deusa, tudo é tão bem maior
tal qual qualquer migalha a ser mendigada
Deusa, tudo é tal qual
uma breve comparação
de tal como é
tal como foi
tal quanto é maior
o tal do nosso amor....

segunda-feira, 22 de abril de 2013

o meu amor é bem maior...



Deuses da minha deusa,
Brindando o retorno
O rio lacrimeja a felicidade
Impregnado de sede
Voltando a beber amores

Quanta honra em abrir o sorriso
O coração massageia o sangue
E a vida nos seduz em cada batida
Glorifica e te faz ressurgir não das cinzas
Mas das nossas memórias

Deuses da minha deusa
Quando o amor é maior
Ninguém consegue fazer com que
Qualquer dor seja doída
Qualquer traição seja traída
E que ninguém
É mais forte do que tudo aquilo que sentimos...

Digo isso
Não apenas entre escritas
Afirmo isso
Pois foi o que senti
Ou melhor, o que não senti...

O meu amor é bem maior
Do que tua presença
Do que qualquer tentativa de roubar
A deusa da minha vida
É bem maior
Do que tua vida
O meu amor é bem maior...

quinta-feira, 18 de abril de 2013

dualidade na tua cegueira


a dualidade que te cegas
balança-te na tua corda bamba
caindo entre duas pessoas
de um lado: olhos fechados
de outro: o coração ardido

que a cegueira permita a cura
entre o bem e o mal
de quem irá
voltar a enxergar um dia

que a dor de fechá-los
não vede as lágrimas
deixe-os suaves
que a dor que escorre
possui vida própria

que a ferida não seja ferida
que os cortes não sejam corteses
a faca que se abre
não arrebenta
ela destrói qualquer pele osso.

que as pessoas continuem rezando
mas, por favor,
não prometam o destino
porque somos nós o miolo das escolhas
e por favor também,
sem consolos,
apenas com ternos abraços
porque quando alguém morre
o luto encarna
e o universo e reza e chora
porque quando alguém morre
o luto se é vivido
e a vida segue de outra forma...

segunda-feira, 15 de abril de 2013

uma eternidade


Terno enquanto dure
Durarás pra sempre
Sem ao menos uma eternidade
Sem olhos virgens
Sem a exclusividade de uma cegueira
A pureza e o teu patamar caíram
Na tua sinceridade

Sem olhos a gente vai tateando
Sem mãos a gente foi nos sentindo
Sem sentidos a gente vai abduzindo
Vai padecendo
Ao véu daquilo que um dia nos cobriu…

Sem vida a gente “foi nos vivendo”
E o mundo acabou nascendo
Entre uma e outra lágrima
A gente foi nos conhecendo,
Ao frio - molhado
E o mundo desconhecido acabou.

És os meus quês, fui também os seus
És o grito que exala o terno de uma plenitude
És o mundo da gente,
Lá dentro – eu
No fundo – nós
Em nós de quem chora

desata-me com tuas falanges
ata-me com teus pequenos dedos perdidos
ache o caminho
e assegure nossas mãos
bem fortes
firmes
para que o universo não lhe traga ninguém!

Lembra?
Os poemas do primeiro, do segundo?
E aqueles que são teus
Apenas entre nossos dedos
Peço-lhe: não vá embora
Pois à noite sonhei contigo
Era aquele nosso domingo à beira mar
Casando comigo, à noite de luar…
Dizendo sim pra mim!