aos dias de pôr, próxima aos do nascer

quinta-feira, 29 de julho de 2010

O meu Não

Redondo e pontual
Incômodo nenhum em dizê-lo
Distingo os limites das respostas



O quê? SIM ao tempo todo?
Meu caro, é vago
Atrasado e sem créditos!



O meu Não
É forte, capaz e seguro



O meu Não
É elegante e cauteloso



Ao dizê-lo: aqueço minha segurança...
Reafirmo minhas liberdades.



O sim demasiado é molengo
Afirmações interruptas
Desvirtuam teus princípios
E cortam os  pulsos aos poucos

Nenhum comentário: