aos dias de pôr, próxima aos do nascer

sábado, 3 de julho de 2010

Palavras ao nosso amor


Ele vai, ele volta...
Nosso olhar ele não solta
Purifica nossos dias
Com frescor e simpatia
É a nossa sintonia...

Siga-me,
Abra o verso e sorria
É a nossa harmonia

Envolva-me,
Vamos juntos ao horizonte
Deixamos o nosso ontem

Fortaleça-me
Façamos tudo com critério
É nossa vida, é nosso mistério...

Eternize-me
Descubra os meus segredos
É amor, é sem medo...

É intenso, é caminho, é conquista...
Faço versos e recito a canção que purifica
São teus lábios, são teus beijos,
É o teu sorriso, é o meu desejo...

É aquilo que se questiona
É aquele que não se entende
É o meu agente pensante
É o meu lado entusiasmante

Num momento, diz-se: amo-te!
Noutro tempo, diz-se: perdoa-me!
E nesse instante, lamentamos saudade,
Sempre for pra sempre: agradeço a eternidade...

Um comentário:

Joakim Antonio disse...

Soou como música!

Parabéns e ótima semana!