aos dias de pôr, próxima aos do nascer

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Pontifícia esponjosa


Encontrei-te até no escuro, achei o teu profundo...
Os teus elétrons puxaram os meus!
Somos centros radioativos, químicos e energéticos.

Nem a luz e nem a sombra
Escondem o nosso amor

Nem o que foi e nem o que será
Definirá o que sentimos Agora

Nem a sociedade e nem os animais
Irá bloquear nossa existência

Nada e ninguém
Irá comer nossa Carne

Nada e ninguém
Irá roer nossos Ossos

A tudo e a todos: brindo O amoR.

Nenhum comentário: