aos dias de pôr, próxima aos do nascer

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

É parafuso!

Analiso e envolvo toda minha concentração
e perco cabelos e tiro a tintura
e ao mesmo tempo eu não entendo mais nada
e eu fico enlouquecida tentando fazer alguma coisa
que não sai da arte de pensar e eu analiso novamente
e pinica minhas idéias e surgem milhares de coisas
e agarro todas e nem uma sai direito,
aperto pra todos lados o que fica frouxo no outro dia!
É parafuso confuso que não sabe se enroscar
e quando fixa alguma coisa se apavora
e sai correndo e não segura mais nada
e larga toda a beleza assim:
apenas num giro, cospe e salta fora...
É parafuso!

3 comentários:

guga guerreiro disse...

parafuso confuso! gostei mana.. e ai kokymoto? quanto tempo cabeção? ainda com aquelas nóias de leitura, a mãe disse que você tá meio piradinha mas que agora tá lendo um livro por semana do Dalai kkkkkkkkkkk.... escuta, manda pelo Luís o meu aquela A ARTE DA GUERRA!! faz um favor cabeção !!!
e já me empresta esse que tu comprou O UNIVERSO EM UM ÁTOMO... se já leu, mas eu acho que já né... faz uma semsana que chegou? hahah te amooo kokymotooo!

Haydée Hostin Lima disse...

Olá!
Parabéns pelo blog!

Visite o blog da Casa do Poeta de Santa Maria: http://poetacaposm.blogspot.com/

Att.
Haydée Hostin Lima
Presdienta da Caposm

SolBarreto disse...

Sabe as vezes me sinto assim....Alem de dar minha passadinha basica por aqui vim tambem te repassar um selinho que recebi, claro se voce quiser ne!
http://palavraspelocaminho.blogspot.com/2010/08/selinho.html