aos dias de pôr, próxima aos do nascer

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Então eu resolvi...




Resolvi fazer alguma coisa
Um tanto meio que em atraso
Ou um tanto meio que na frente demais...
Mas resolvi fazer,

Então eu me resolvi
A sair por ai independente
É, independente...
Do teu sumiço
Desse suicídio temporário
Independente dos meus passos
Independente do quanto eu fiz pra você ir
Independente de quantas brigas tivemos

Resolvi ficar independente
Sem olhar minha idade
Sem olhar quantos anos faltam
Sem contar quantos anos já passaram
Sem fazer nada

E simplesmente ficar assim:
Independente dos meus versos e dessas rimas
Que quando acontece é por acaso!

Resolvi ficar bem assim nessa indepen...
Livre do que me afunda por angústias
Então eu resolvi olhar pra outro lado
E deixar a justiça pensar nela mesma

Resolvi perder essa dor que até então abusava de mim...
Sendo bom,
Resolvi carregar
Tudo que for leve...

Resolvi beijar mais a mim,
Sem deixar de lado outros lábios...
Resolvi acreditar numa única força Eterna
Somente Uma: Deus

Resolvi ser um milagre por tua partida...
Resolvi comprar uma bicicleta
E continuar andar
Pedalar...
Girar essas articulações...
Em equilíbrio, em movimento...
Resolvi ser o lado significante dos meus dias...

Resolvi fazer o que sempre quis
Ser feliz!
Independente de...

Um comentário:

guga disse...

camilinha,lindo!lindo muito bom!