aos dias de pôr, próxima aos do nascer

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

tempos Imemoriais

Leva esse rastro que encosta meus dias
catalisa essa exploração espacial
exprime a ufologia dos meus ânions
vejo minhas ventosas diluídas em tais
experimentos embarcados em balões estratosféricos!


não descarto a priori das vertentes místicas e holísticas!
desde que eu sente no sólido e na seriedade do critério...
e os que voam são os discos!
perdão, minhas aves: asas da evolução...
imploro Alienar essa evidência legítima!

Atendendo aos mais inconfessáveis fins...

Nenhum comentário: