aos dias de pôr, próxima aos do nascer

domingo, 19 de setembro de 2010

Cor de Liberdade


Pulando por ai
quicando e tombando
esse meu corpo

tô gigante dentro de mim
tô enorme de bondade
tô desenrolando a liberdade

Ai, que vento gentil
carregou essa poeirinha suja
e me trouxe mais algumas flores

Ai, que corzinha malandra
quer pintar esse meu desenho
cor de love,
cor de liberdade!

3 comentários:

SolBarreto disse...

Liberdade!
Eiita coisa gostasa de sentir...ainda mais qandonos libertamos de nossas amarras internas e enfrentamos o nosso mundo interior!
Lindo texto, alias como muitos que leio aqui...

Guga disse...

Cor de Love
Cor de Liberdade
Exato!
Mas qual é a cor?
Abração
Guga!

Suziley disse...

Lindo o seu blog, Camila. Vim, aqui e agora estou lhe acompanhando. Que a cor da liberdade pinte o seu coração para que sempre nos ofereça belos versos como os que, aqui, eu li. Parabéns, "guria"!! Beijos, boa noite ;)