aos dias de pôr, próxima aos do nascer

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

todos Sentimentos

Todos conqustam o indiscutível sentimento
o real canto interior
que envolve tudo que for aplausos
ele que derrama pingos faciais
que vibra as cordas do coração
que acelera o impulso dualístico

Todos conquistam o indiscutível sentimento
o real juízo que investiga sorrisos
sentimento que varre o que for ciscos
sentimento misterioso que ergue sombrancelhas

Todos encantam o que for sentimento
respiram o branco da pureza
no profundo e princípio do que FOI AMOR...
não importando em que dado momento
o mais breve possível
o mais elegante do saz
o que fica é o sentimento
de que foi um Amor...

Um comentário:

Poesia Cibernetica disse...

Muito boa poesia. Parabens!

Berg Nascimento

http://poesiasciberneticas.blogspot.com/

http://twitter.com/cyberpoemas