aos dias de pôr, próxima aos do nascer

sábado, 9 de outubro de 2010

Me sinalizo



















 E a vontade
e bem largada
e muito atirada no vento
eu me habilito em desobedecer
qualquer tipo de semáforo...

porque eu me sinalizo
e faço as minhas cores
me pinto como quero
e apenas avanço
e me vou
em todos tons de vermelho...

porque o verde
também não me trava
apenas finco a velocidade
arrebento minhas asas
e me afundo lá na frente

e o amarelo?
desconheço esse estranho
quando me pisca
nem alerta, nem babaca
apenas uma constante
com picos alternados!

6 comentários:

SolBarreto disse...

Adorei!
"porque eu me sinalizo
e faço as minhas cores
me pinto como quero
e apenas avanço"
A coragem de ser você mesma em qualquer situação...

Guga disse...

nem alerta, nem babaca
apenas uma constante
com picos alternados!
apenas tu né kokimoto!
lindo!
que mulher de vomitar palavras hehe!!

Suziley disse...

Sinalizou muito bem Camila, lindos versos!! Um grande beijo no seu coração "guria", boa tarde, bom final de semana ;)

JÚLIO CÉSAR SCHMITT GARCIA disse...

Cara Camila, fiquei bastante 'impactado' com a beleza e qualidade dos teus poemas. Parabéns!
Coloquei teu blog nos meus 'indicados'.
Abração e vá em frente!

Ramona Valentina disse...

adorei, :) é suave e concreto...parabéns! estou seguindo também...abraços

Bia Monteiro disse...

Que blog mais fofo!
Mais poético!
Liberdade eu senti aki
Entaum, eu fico!
Belíssimo flor
Bjins
=)