aos dias de pôr, próxima aos do nascer

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

avulsa

dizer de mim: do que não é igual
me conheço por modificada
e me protegi no ponto reciclável
sendo linhas num papel retornável!

dizer de mim: peça que não existe
não ligo pra encaixes
nem faço parte dos pares
sou a percebida no meu canto ímpar!

2 comentários:

SolBarreto disse...

Isso ai Camila!
Somos peças unicas e sem comparação...
Adorei o poema!!

Jhon Lennon disse...

Gostei meuito do poema.
Seja sempre essa escritora maravilhosa que você é....
Sigo em frente Camila!