Expulso de Sentimento


Você, modo de dizer:

Agora, quero que você deite o glúteo na cama e expulse tudo que vivemos e não engasgue nenhum choro, porque eu quero tudo de volta, inclusive teu Ser. Lança pra fora a primeira palavra soletrada quando me conheceu e guarda ai dentro a tua sensação, deixa bem no canto. Esmaga bem, faz um pozinho dela e assopra pro teu coração. Vomite esse sentimento que também foi meu (eu tenho pano suficiente pra limpar tanta lambança de tudo que vivemos, se é que *foi uma vida). De prazeres, um sentimento melecado que aos poucos, lentamenteeeee: desgrudou-se de mim. Mas as vibrissas ainda sentem um cheirinho, parece que você expulsa nossas lembranças aos poucos, tudo pra doer mais. (Fez) isso só porque essa dor sabia irritar somente meus nós. Alimenta-se do teu sentimento e depois vem com tudo e me arrebenta e faz mil voltas com meu corpo e gira, mas gira tão rápido que eu já nem mais sinto a mim. Joga tudo para o alto, arremessa na minha boca aquela menina que fui pra você, joga pra mim a sinceridade e me devolve a tão somente pureza, puxa de ti tudo que foi meu, puxa bem forte e me atira tudo junto, assim me reergo de uma vez só e não fico dançando o quase desce e quase sobe, e tem que ser firme: varre teu corpo e expulsa todos sentimentos que também foram meus e deixa que esse teu egoísmo deite sozinho, porque esse sim é legítimo de ti. Só quero que faça isso, eu quero sentir a dor somente uma única vez e que os meus choros não fiquem em prestações. O negócio é o seguinte, devolve essa chance que você não largou dos teus dedos, libera e deixa soltar e vir até meus dias, isso mesmo e bem isso e nada mais, apenas expulse aquela dúvida que te cutucou quando eu implorei mais um dia, quando eu implorei mais um beijo, quando eu implorei mais uma vida... Expulse tudo que foi indecisão mais que de imediato antes que eu faça sair outra coisa de mim que não mais a existência, expulse somente mais uma vez das inúmeras tentativas, expulse essa chance e enterre o que for orgulho... E ainda assim, a única coisa que me cutuca e me faz expulsar é a paciência, paciência e mais paciência pra esperar que o teu Ser vomite o que for Sentimento, mas não se esqueça que eu sou humana e canso também! Expulse apenas minhas coisas: o meu sorriso, minhas noites e o meu coração antes que eu me expulse de Casa...

Comentários

Janice Trombini disse…
Oi Camila...sempre acompanho teu blog e adoro teus textos, este então....muuuuito profundo.
Mas passei principalmente para deixar um bjo e dizer que estamos com saudades!!!
SolBarreto disse…
è por isso que adoro ler seus textos Camila!
Sempre se encaixam, sempre falam tudo o que fica entaladao na garganta!
"O negócio é o seguinte, devolve essa chance que você não largou dos teus dedos, libera e deixa soltar e vir até meus dias, isso mesmo e bem isso e nada mais, apenas expulse aquela dúvida que te cutucou quando eu implorei mais um dia, quando eu implorei mais um beijo, quando eu implorei mais uma vida..."

Postagens mais visitadas