aos dias de pôr, próxima aos do nascer

quinta-feira, 21 de julho de 2011

.dos retalhos




Assopro teu vocal
A mais, além das
Cordas de um eco


Sopro tuas vozes
Ao infinito, ao limite
Ao fim dos sons
Audíveis

Jorro tua laringe
À gravidade oculta
Pra te escutar de forma
Surda
Urda
Urda
...
...

Nenhum comentário: