aos dias de pôr, próxima aos do nascer

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Rosas do jardim da Vó


Sim, ela irá desabrochar
sem perder o amor, assim que vai ficar
arrancar, pra quê?
se o que ela almeja é viver

com a delicadeza de um veludo abotoado
ela não sabe quem a plantou
e mesmo assim, segue o seu destino
que exalará o perfume
quando chegar seu momento
de desabotoar

com a suavidade da mão que a plantou
e a bondade de quem deixá-la crescer
seremos mais delicados
mesmo sendo ela quem nos espetou

sim, ela enfeitará
a calçada, o jardim, a escada
e nós usaremos suas pétalas
seja num pedido de desculpas
ou numa conquista de amor,
tanto faz,
afinal
-toda mulher gosta de rosas-



Nenhum comentário: