aos dias de pôr, próxima aos do nascer

quarta-feira, 3 de junho de 2015

gozo do teu olho verde



em tus pele molhadas, quero servir
esponja que suga, apeteço te sorver
os dedos percorrem, o indivíduo teu
que belas formas, coxas, pernas
minhas mãos despudoradas e trêmulas
alisam tua cútis subalterna

em teu poro, almejo brotar fluidos
em tua boca, arrancar suspiros
em teus ocultos, abrigo meus dedilhados
em tus lábios carnudos,
ouço, dentro de mim, o tesão surdo-molhado


quero toda a tua mágica facial
a sensualidade esverdeada em tus pupilas gris
quero por inteiros,
junto ao vulcão que implode
afora dos meus olhos
ao mesmo tempo que olha
me come com a pálpebra que goza.
minha retina gostosa



quero teu olho lindo!
encher de gozo
produzir mais de ti
abrir e fechar
piscar
dentro do teu corpo
gostoso!
quero me acabar!!!







5 comentários:

Camila Canterle Jornada disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Um dia você chegou
com a tua bagagem de sonhos.
Abriu a mala e mostrou a ternura
embalada com fitas douradas.
Trouxe flores perfumadas,
as mais delicadas rosas.
Ofertou-me um relicário,
cheio de alegres borboletas.
Desdobrou um lençol de cetim,
cobrindo a grama do jardim.
Convidou-me a sentar,
para ouvir a tua canção.

Anônimo disse...

Quanta inspiração...

Anônimo disse...

Continuando o lindo poema acima..

"... Então me dei conta
De que és um navegante sem porto.
Chegaste como uma lufada de vento,
Partindo ao nascer do sol.
Deixastes como lembrança
O toque de amor e carinho,
Tatuado nas entranhas.
Agora nas manhãs ensolaradas,
Sento na areia da praia, olhando o mar.
E sei que onde tu estejas,
Uma gota de felicidade.
Buscará em algum lugar."

Esta parte do poema de guida Linhares é a q mais combina com VC.

Erica Cristina disse...

Que lindo! Acordar cedinho e tomar esse café da manha poético. Amei cada gole dessa inspiração. Beijos e dia de paz!