aos dias de pôr, próxima aos do nascer

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

não lhe quis tragar a boca!!!!!



- pino da noite
notei o piano
piando a nota
do ato de amor
que ando notada –




pedi-lhe um cigarro
não sabia o que segurar.
entreguei-me o vício
e já possui em outro,
sem explorar
não lhe pedi
mais
coisas.
mais lhúfas.
não apeteci
um fumo
- sequer
não lhe quis

tragar

2 comentários:

Anônimo disse...

Uma suavidade do piano e das tuas mãos pra escrever tal sonoridade!

Anônimo disse...

fumou ou não? beijou ou?