aos dias de pôr, próxima aos do nascer

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

mundo gozado, esse - PARTE 1

Essa eu quero ver
escrever um poema
que satisfaça o leitor
que o faças, ler
de jeito que ela me fez


ouuuuuuuuuuu melhor,
ela me leu
 também me satisfez
comeu
fez com acenos de quem fala
gestos de quem comia
 abria e fechava os lábios
alimentava-me com o prazer  mútuo
e eu de olhos que cerrava
enxergava só estrelas,
mais nada!


Então,
fin de fiesta?
no...


 

Como vou escrever aqui,
se a virgindade já perdi?
diria com letras, então
a virgindade por tua boca,
ao pé da letra do lábio
desejo
da letra do beiço
latejo  
da letra da língua
y latejo
 Ahhh!
da letra do queixo
que caiu!



o que fez comigo?



Deixou-me louca,
rouca,
loca, loca!
aquela tua língua solta
desprendia a liberdade
gemia de amor, meu corpo dizia
quando atingi o clímax
continuamos de amor



e tua língua,
não falava coisa com coisa
apenas condizia dentro
de mim

5 comentários:

Anônimo disse...

gozeiiiiiiiii

Anônimo disse...

agora eu gostei!

Anônimo disse...

Amei!

Anônimo disse...

Loucura, como se estivesse sentido tb.

Anônimo disse...

Eu disse, tua escrita é érotica, tua vida... erótica, tua vida, erótica... erótica e sedutora!