aos dias de pôr, próxima aos do nascer

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

desdigo o desdito

trago-lhe a essência da pétala roseada
do fundo do quintal da vovó Célia,
assoprei as flores e já voou amor
uma poção mágica, ternura
assoprei teu ouvido é já voltou suspiros


v o o u
vou
vai
vais 
 vem
vens
vontade
à vontade
voltou
voando
vida 

Tu não entendes, não vais.
tudo o que implode aqui neste amor
a metade consegue ser escrita
uma pequena parte, dita
a maior das partes é o não dito amor.
Numa breve análise do tal Discurso!

 


Por vezes, desdigo o desdito
Por outras, repito o dito:
amo amar o teu amor,
que tu mesma disseste,
eu repito,
essa prece doce, doce, doce
no enjoo do doce

do pudim do amor

Nenhum comentário: